Fundação AIP organiza o Pavilhão de Portugal na Feira Internacional de Argel, de 8 a 13 de Maio

//Fundação AIP organiza o Pavilhão de Portugal na Feira Internacional de Argel, de 8 a 13 de Maio

A Fundação AIP, através da Lisboa, Feiras Congressos e Eventos organizou a participação de empresas portuguesas na maior feira multissectorial e internacional do Magrebe, a 51ª Edição da Feira Internacional de Argel (FIA).

Um dos seus principais objectivos da Fundação AIP consiste na promoção, fomento e cooperação entre empresas portuguesas que pretendem apostar na expansão internacional, apoiando-as na abordagem aos mercados externos através do desenvolvimento de uma rede de parceiros, de partilha de informação e experiências ou da realização de eventos de networking que estimulem este processo de internacionalização.

Portugal e Argélia têm um vasto historial de cooperação empresarial, tanto a nível das importações como das exportações, uma relação para a qual tem contribuído o “Tratado de Amizade, Boa Vizinhança e Cooperação”, assinado entre os dois países em 2005. Portugal é mesmo o 15º país que mais exporta para este país africano, segundo dados de 2016 da aicep, indicador que terá um potencial de crescimento muito significativo no futuro.

Apesar das restrições impostas no início do ano à importação de alguns produtos decretadas pelo governo argelino, a participação de empresas portuguesas na Feira Internacional da Argélia continua a ser encarada como uma excelente oportunidade para a criação de uma rede de contactos, relevantes para o acesso a este mercado.

A organização do Pavilhão de Portugal no evento representa para as empresas portuguesas uma excelente oportunidade de intercâmbio comercial.

A Feira Internacional de Argel é uma feira multissectorial que reúne mais de 300 empresas estrangeiras, oriundas de 36 países diferentes. Estarão presentes em representação de Portugal cinco empresas, a Atlanticeagle e Alumínios César, que repetem a sua participação, e a Copidata, Martins & Azevedo e Stoffus, estreantes no certame. As cinco empresas representam diferentes sectores, sendo demonstrativas da variedade sectorial que se pode encontrar na FIA.

2018-05-03T17:05:11+00:00