Sem categoria

/Sem categoria

Prémios Portugal Smart Cities Summit

Prémios: Portugal Smart Cities Summit atribuiu menções honrosas a personalidades e entidade que se destacam no sector da Energia, da Água e das Smart Cities

O Conselho Estratégico do Portugal Smart Cities Summit by Green Business Week 2018, decidiu atribuir durante o evento as seguintes menções honrosas a personalidades e entidades que contribuem diariamente e de forma ímpar para a dinamização dos sectores da Energia, da Água e das Smart Cities.

O Prémio Smart Cities 2018, atribuído no final da Cimeira dos Autarcas, foi entregue à ANMP – Associação Nacional de Municípios Portugueses, pelo trabalho que há três anos realiza na dinamização das Smart Cities, promovendo e incentivando a cooperação e a partilha de conhecimentos entre os diferentes municípios do país. Considerando os recentes testemunhos constatados no Smart Cities Tour, o Conselho Estratégico do Portugal Smart Cities Summit “considera este reconhecimento mais que meritório”.

António Almeida Henriques, vice-presidente da ANMP, recebe o prémio Smart Cities 2018

No dia 12 de Abril, no Encerramento do Summit de Energia, foi entregue o Prémio Personalidade EnergyLive 2018 ao Professor Catedrático, Vítor Santos, que actualmente lecciona no ISEG, por ser um dos principais especialistas em regulamentação dos serviços energéticos, uma área que tem colocado Portugal no mapa das boas práticas a nível europeu. Num percurso muito dedicado à regulamentação energética, Vítor Santos foi vogal e presidente do Conselho de Administração da ERSE-Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos e também Secretário de Estado da Economia no XIV Governo Constitucional.

Professor Catedrático Vítor Santos recebe o Prémio Personalidade EnergyLive

No último dia do evento, 13 de Abril, foi atribuído o Prémio Personalidade Acqualive 2018, escolhido pelas principais associações do sector da água, e que destaca o trabalho desenvolvido por Francisco Nunes Correia, Fundador da PPA – Parceria Portuguesa para a Água, ex-Ministro do Ambiente e que actualmente é Professor Catedrático de Recursos Hídricos e Ambiente, do Instituto Superior Técnico. A Parceria Portuguesa para a Água refere que a atribuição desta menção “…distingue o seu notável contributo para o sector da Água em Portugal que pode ser evidenciado pelo seu excepcional desempenho enquanto Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, enquanto responsável pela preparação do Plano Nacional da Política de Ambiente (PNPA), e no apoio ao processo de negociação com Espanha para uma nova convenção sobre recursos hídricos.”

Francisco Nunes Correia recebe o prémio Personalidade Acqualive 2018

Prémios Portugal Smart Cities Summit 2018-04-19T09:55:34+00:00

“Queremos fazer do Portugal Smart Cities Summit um projecto de dimensão internacional”

Quem o diz é o Presidente da Fundação AIP, Jorge Rocha de Matos, no debate de lançamento do evento moderado pelo Director do Expresso, Pedro Santos Guerreiro, que decorreu dia 20 de Fevereiro, pelas 15h30, na Fundação AIP. O Portugal Smart Cities Summit parte do renaming do evento Green Business Week que este ano sofreu um upgrade qualitativo, tanto ao nível de conteúdos como dos intervenientes/empresas presentes.

Jorge Rocha de Matos começou por referir a importância das parcerias na dimensão qualitativa do evento “Se escolhermos os parceiros certos é possível criar algo de dimensão internacional. Esta é uma cruzada muito importante na modernização do país”.

De 11 a 13 de Abril, ao Centro de Congressos de Lisboa convergirão municípios, empresas, startups, agentes individuais e o meio académico, tudo no mesmo espaço com o único propósito de debater o futuro das nossas cidades. Entre sessões de networking, talks e pitchs, haverá conferências de financiamento e análise de dados, com o cunho da Comissão Europeia.

O objectivo de colocar Portugal no mapa das smart cities é ambicioso mas tem todos os indicadores para ser uma aposta de sucesso, rivalizando com Espanha e França nas iniciativas que se fazem neste âmbito. Miguel Eiras Antunes coordena na Deloitte as equipas dedicadas ao “Future of Mobility” e ao “Future of Cities” e é acérrimo defensor do trabalho já realizado pelos municípios e empresas portuguesas, inclusive a nível global: “É preciso racionalizar o que de bom se faz em Portugal e leva-lo lá para fora. Já assisti a exemplos de projectos de municípios portugueses a serem mostrados globalmente, ao lado de estados como por exemplo Nova Iorque e Califórnia.” Remata dizendo que já há “projectos de excelência feitos em Portugal”.

 

Mobilidade é o tema central do Portugal Smart Cities Summit

A área da mobilidade é o tema central do PSCS 2018 e é também, na opinião geral, a que mais se desenvolverá em Portugal nos próximos anos. Projectos de Drive Now, soluções partilhadas de bicicletas, aplicações de boleias partilhadas, aplicações de soluções multimodais, tudo isso já se vê um pouco por todo o país.

Ainda assim é importante esclarecer que o PSCS não é dedicado apenas às grandes cidades: “É importante reiterar que não falamos apenas de grandes cidades”, refere o CEO da Altice, Alexandre Fonseca, deixando claro que o conceito de smart cities “enquadra-se no conceito de proximidade”. No fundo, conclui Miguel de Castro Neto, “o objectivo é criar cidades felizes”.

 

 

Análise de dados  e gestão de resíduos em destaque no evento

Para Miguel de Castro Neto, Sub-Director da NOVA IMS, “os dados são o petróleo do século XXI” e as “políticas de dados abertos são passíveis de serem partilhadas e utilizadas para o desenvolvimento de novos produtos ou serviços.” A conferência Urban Analytics, ao abrigo da Comissão Europeia, tratará disso mesmo.

No debate foram referidos exemplos de projectos que já foram implementados no âmbito da gestão de resíduos, como por exemplo, projectos de Viseu, que já utiliza um sistema de controlo de contentores e os motoristas dos camiões de recolha do lixo são auxiliados por uma plataforma que lhes diz quais os contentores que precisam urgentemente de serem descarregados: “Hoje o itinerário já não funciona por rotina mas sim por urgência”, diz o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques.

 

“Queremos fazer do Portugal Smart Cities Summit um projecto de dimensão internacional” 2018-03-13T15:27:26+00:00

Fundação AIP organiza debate “Portugal Smart Cities” com o apoio do Expresso.

Dia 20 de Fevereiro, pelas 15h30, a Fundação AIP promoverá um debate no âmbito do Portugal Smart Cities Summit, evento que decorrerá no CCL de 11 a 13 de Abril.
O debate visa esclarecer sobre questões relacionadas com as cidades inteligentes e tem como participantes:
 
• Presidente da Fundação AIP, Comendador Jorge Rocha de Matos
 
• Presidente do Conselho Estratégico do Portugal Smart Cities e da Secção das Cidades Inteligentes da ANMP, António Almeida Henriques
 
• CEO Altice, Alexandre Fonseca
 
• Knowledge Partner Deloitte, Miguel Eiras Antunes
 
• Nova IMS, Miguel Castro Neto
 
O moderador será o director do Expresso, Pedro Santos Guerreiro.
 
O debate será transmitido em directo na página oficial de Facebook do Expresso e do Portugal Smart Cities Summit, pelas 15h30.
Fundação AIP organiza debate “Portugal Smart Cities” com o apoio do Expresso. 2018-02-20T01:17:47+00:00

PHOTOVOLTAICA: Secretário de Estado da Energia estará presente em reunião preparatória

No âmbito da divulgação da 3ª edição da Photovoltaica – Exposição e Conferência Internacional de Energias Renováveis, a realizar-se de 13 a 15 de Fevereiro em Marrocos, haverá uma reunião preparatória, dia 25 de Janeiro, entre as 10h00 e as 12h00, na sede da Fundação AIP (na Junqueira), presidida pelo Exmo. Sr. Secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.
Esta reunião é dirigida a todas as empresas portuguesas do sector das Energias Renováveis que tenham interesse no potencial deste evento para a expansão do seu negócio. Destacamos a presença da alta representante da organização da feira, que se desloca a Portugal propositadamente para o efeito.

 

Sob o patrocínio de Sua Majestade o Rei Mohammed VI, e coordenação pelos Ministério da Energia, Minas, Água e Desenvolvimento Sustentável, Masen e SIE Coordenadora Institucional de Conferências, a Photovoltaica 2018 é sobretudo uma plataforma para intercâmbios, reuniões e troca de experiências entre países, empresas e todos os actores deste sector.

No centro desta edição está um grande projecto do estado marroquino para a construção de um cabo de interligação/interconexão eléctrica avaliado entre 500 e 700 milhões de euros. Marrocos tem em curso um investimento de mais de 40 mil milhões de euros até 2030 na produção de energia, na sua maioria renovável, já que se espera um aumento da procura nos próximos anos.

Para todas as empresas interessadas esta reunião é de extrema importância, até porque serão discutidas as condições de participação.

Saiba mais sobre a feira e conheça o programa aqui.

 

PHOTOVOLTAICA: Secretário de Estado da Energia estará presente em reunião preparatória 2018-01-23T15:29:23+00:00

Portugal Economia Social realiza-se a 23 e 24 de Maio de 2018 no Centro de Congressos de Lisboa

Já há data para o Portugal Economia Social de 2018: o encontro de empreendedorismo e inovação na economia social realiza-se nos dias 23 e 24 de Maio no CCL, entre as 9h00 e as 18h00.

No Portugal Economia Social pode encontrar a oferta de produtos e serviços dentro do sector, participar em debates entre os diferentes players da economia social e solidária, dar a conhecer o seu projecto e conhecer outros projectos que visem o desenvolvimento sustentável e a coesão económica, assim como impulsionar o desenvolvimento local e regional do país, promovendo a criação de emprego.

Na sua génese, é um espaço de networking, de interacção e partilha de experiências entre as diferentes partes interessadas no sector.

Como o evento multidisciplinar que é, o Portugal Economia Social destina-se a todas as entidades ou pessoas individuais que pretendam estimular o potencial do sector da economia social, das suas Organizações e financiadores, com vista a um do desenvolvimento sócio económico cada vez maior do nosso país.

Saiba mais informações em: http://www.portugaleconomiasocial.fil.pt/

Portugal Economia Social realiza-se a 23 e 24 de Maio de 2018 no Centro de Congressos de Lisboa 2018-01-19T15:47:05+00:00

Lançado projecto de apoio à internacionalização das empresas portuguesas, o “Clube Portugal Exportador”

No seguimento de projectos anteriores de apoio à expansão de pequenas e médias empresas portuguesas, a Fundação AIP através da Lisboa – Feiras Congressos e Eventos está a desenvolver o plano de acções do “Clube Portugal Exportador” para 2019.

O projecto é composto por um plano de ação de promoção externa e destina-se a todas as pequenas e médias empresas de Portugal Continental interessadas em desenvolver e expandir as suas estratégias de internacionalização.

Fornecer toda a informação e ferramentas necessárias para a consolidação das suas competências e contribuir para o aumento do valor das exportações nos seus volumes de negócios, numa óptica de complementaridade, são alguns dos nossos objectivos.

Para se candidatar, a empresa precisa somente de preencher o Acordo de Pré-Adesão e envia-lo para o e-mail internacionalprojectos@fundacaoaip.pt, assim como estar registada no Balcão 2020, até dia 22 de Janeiro. Todas as condições de participação, elegibilidade, acções e mercados abrangidos estão descriminadas no Acordo.

Esta iniciativa surge no âmbito do PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO, através do qual concorremos ao Sistema de Incentivos à Internacionalização de PME (SI Internacionalização das PME), ao abrigo do Aviso Nº 28/SI/2017.

Esclarecemos que a Pré-Adesão não o vincula a uma participação efetiva nas ações propostas, mas permitir-lhe-á aceder ao incentivo disponível no âmbito deste projeto aquando da sua decisão.

Se pretende iniciar a Internacionalização da sua empresa ou expandi-la para novos mercados, solicitamos que:

Contacto para esclarecimentos adicionais: 21 892 15 83

Lançado projecto de apoio à internacionalização das empresas portuguesas, o “Clube Portugal Exportador” 2018-01-15T15:14:41+00:00

Postal de Natal da Fundação AIP criado por filhos de colaboradores

Porque o Natal é de todas as crianças

A Fundação AIP lançou, este ano, um concurso para os filhos dos funcionários de todo o Grupo para darem asas à sua imaginação e criarem o Postal de Natal oficial desta entidade.

‘À procura de pequenos grandes talentos’ foi o mote dado às crianças para intervirem de uma forma simbólica, mas genuína, com um desenho que simbolizasse a quadra natalícia. O concurso destinou-se aos filhos de todos os colaboradores interessados, com idade igual ou inferior a 14 anos, enviando um desenho da sua autoria.

Para além do vencedor ver o seu postal publicado nas páginas oficiais das entidades pertencentes ao Grupo Fundação AIP, há ainda um prémio simbólico de valor em compras, para além de diploma de participação a todas as crianças que concorreram

O júri que avaliou as propostas era constituído por um conjunto de colaboradores das entidades pertencentes ao Grupo Fundação AIP que não tenham filhos em idade de poderem concorrer a este concurso.

“Pelo que me apercebi, o júri não teve uma tarefa nada fácil”, foi a conclusão do presidente da Fundação AIP, Jorge Rocha de Matos, “dado o empenho e criatividade de todos os pequenos participantes no nosso concurso de talentos”.

O desenho vencedor foi criado por Manuel Santos, de 7 anos, de idade e ilustra o Postal de Natal 2017 de toda a organização. Foi ainda decidido, pelo júri, que todos os trabalhos apresentados e não classificados nos 3 primeiros lugares, seriam considerados/classificados ex aequo.

Para mais ver os postais clique no link abaixo

http://fundacaoaip.pt/boas-festas-feliz-natal/

 

Postal de Natal da Fundação AIP criado por filhos de colaboradores 2017-12-15T16:46:16+00:00

FIL Diverlândia, Circo Cardinali e Exposição de Lego continuam até 7 de Janeiro

“Natal é na FIL” abriu quadra natalícia com solidariedade e boa disposição

para mais de 50.000 visitantes

A Natalis, integrada no ‘Natal é na FIL’, iniciou a quadra dedicada essencialmente às famílias, amigos e solidariedade entre as pessoas, com boa disposição, festa e compras. Esta é uma época, cheia de significados que, genuinamente, fazem com que as pessoas olhem para os outros com mais tempo, dedicação e alegria. Foram milhares as famílias que escolheram a FIL, entre os dias 6 e 10 de Dezembro, para deixar entrar a magia do Natal, que junto aos mais de 170 expositores deram corpo a esta 12ª edição.

A alegria oferecida aos mais novos no Mercado do Chocolate e Doces Conventuais, e as receitas que aprenderam em família, fizeram as delicias de todos com as mais tradicionais iguarias, animando a FIL durante cinco dias, iniciando um ciclo de festa, com a Fil Diverlândia, o Circo Cardinali, a Exposição de Lego e muitas outras atracções que permanecem até dia 7 de Janeiro.

‘O Natal é na FIL’ é uma iniciativa da Fundação AIP / FIL que dá a oportunidade a quem visita de adquirir prendas originais para esta quadra festiva, conhecer e apoiar mais de 50 Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e disfrutar de bons momentos de diversão.

A festa continua na FIL até dia 7 de Janeiro

A iniciativa ‘Natal é na FIL’, pretende reflectir o espírito desta época, marcado pela solidariedade, diversão e companhia de amigos e família, que durante todo o mês de Dezembro e início de Janeiro combinam ambientes de festa, adrenalina e convívio, desde as crianças aos avós, amigos ou namorados, todos têm oportunidade de passar bons momentos.

A FIL DIVERLÂNDIA, – Maior feira Popular Indoor do País um enorme espaço dedicado à animação, com toda a comodidade de um espaço coberto.

A partir dos 2 anos, os preferidos são o Carrocel Francês, o Kanguru Infantil, Trampolins com elásticos, Montanha Russa Lagarta, Carrossel Paraíso Gigante, Carrossel de dois andares e Pavilhão New York. Mas nesta feira de divertimentos também os jovens mais arrojados podem testar os seus limites. Subir até aos 18m no High Energy é uma das opções para quem não tem medo de alturas. Para os amantes de velocidade, a opção será o Mattherhorn que oferece uma experiência louca a 200km à Hora.

Já para aqueles que preferem a adrenalina à velocidade, têm ao dispor a Mega Pista de Carros de Choque. O Simulador Virtual, o Kanguru Louco XXl, o Mega Dance ou o Maxi Dance, o Hulk são outras das alternativas que podem ser escolhidas pelos amantes destes equipamentos e que estarão disponíveis até dia 7 de Janeiro.

A maior exposição horizontal de construção em LEGO, candidata a recorde mundial ocupa uma mesa com uma área de 100m2, no pavilhão 2, com 5 milhões de peças, e inclui uma cidade, naves espaciais da saga Star Wars, uma cidade medieval, uma cidade espacial e vários outros temas que vão deleitar toda a família. Pela primeira vez em Lisboa, a exposição está candidata a um recorde mundial do Guiness. Paralelamente, as crianças que se deslocarem a este Pavilhão da FIL, contam também com o Espaço Lego Kid onde podem explorar e experimentar, construir e desconstruir num processo criativo que não tem regras nem definições obrigatórias.

Novidade, este ano, do ‘Natal é na FIL é O Circo Jorge Cardinali apresenta em paralelo com os tradicionais palhaços, trapezistas, malabaristas, contorcionistas, as maiores atracções de Hollywood, recriando em tamanho natural com o conceito “Cinema para o Circo”, as figuras do King Kong, o Exterminator, os Transformers e o Homem Aranha.

O Circo de Natal da FIL conta com um espectáculo inédito produzido com a mais recente inovação tecnológica ao nível da iluminação, som e efeitos especiais, em exibição na FIL até 7 de Janeiro.

 

Mais informações em:

http://natalis.fil.pt/

http://diverlandia.fil.pt/

https://www.facebook.com/Natalis.Fil/

https://www.facebook.com/diverlandia.fil/

FIL Diverlândia, Circo Cardinali e Exposição de Lego continuam até 7 de Janeiro 2017-12-14T12:24:51+00:00

Centro de Portugal aposta na Bolsa de Turismo de Lisboa

O Centro de Portugal estará em destaque na próxima edição da Bolsa de Turismo de Lisboa que irá decorrer de 28 de Fevereiro a 4 de Março na FIL, Parque das Nações.

O Centro de Portugal irá estar representado no pavilhão 1 da 30ª edição da BTL enquanto Destino Nacional Convidado através de muitas actividades para o público em geral e da dinamização do próprio espaço das respectivas regiões. No pavilhão 2, o Centro de Portugal também estará representando com as associações, municípios e entidades hoteleiras, numa área total de cerca de 700 m2.

O Presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, refere: “A presença na Bolsa de Turismo de Lisboa é muito importante para nós. A BTL é a maior montra de promoção turística a nível nacional e após os acontecimentos deste ano na região – a tragédia dos incêndios – é essencial demonstrarmos que o Centro de Portugal continua a oferecer excelentes condições enquanto destino turístico. A BTL é, portanto, a ocasião perfeita para as pessoas conhecerem toda a oferta turística ao nível do Património Cultural, Natureza, Gastronomia e Vinhos que marcam a identidade do nosso país.”

Para Fátima Vila Maior, directora de área de feiras da FIL responsável pela BTL acrescenta: “Estamos muito satisfeitos com a escolha do Centro de Portugal enquanto Destino Nacional Convidado, que em 2016 registou cerca de 19,2 milhões de dormidas e os respectivos municípios, entidades e empresas que ao longo dos anos têm vindo a aumentar o espaço e a reforçar o seu posicionamento na BTL. Sendo a maior e mais diversa região turística do país, esta será sem dúvida uma excelente oportunidade para descobrir este fantástico destino repleto de boas experiências.”

O Centro de Portugal segue-se à Madeira e ao Algarve, destinos nacionais convidados em 2017 e 2016, respectivamente.

Mais informações sobre a BTL 2017 em:

www.btl.fil.pt

www.facebook.com/BTL.FIL 

Centro de Portugal aposta na Bolsa de Turismo de Lisboa 2018-01-16T11:36:34+00:00

Tektónica com 25% de crescimento no ano em que comemora 20 anos

No ano em que comemora a sua 20ª edição, a Tektónica, maior feira do sector da construção e obras públicas em Portugal, conta já com uma forte adesão, com um crescimento superior a 25 por cento relativamente ao período homologo da última edição, mostrando o dinamismo e crescimento nos sectores que representa. Sob a organização da FIL, Fundação AIP, a Tektónica realiza-se de 16 a 19 de Maio de 2018.

Neste crescimento global da feira pode-se realçar alguns sectores, o banho com mais 20%, eficiência energética e sustentabilidade com mais 15%, máquinas e ferramentas para construção com mais 40%, podendo-se confirmar com estes valores que todos os sectores formam um verdadeiro cluster de impulso económico para Portugal e que continua a abrir fronteiras noutras áreas do globo, com favoráveis tendências nas exportações.

A Tektónica 2018 aposta em áreas em franco desenvolvimento como as Infraestruturas, a reabilitação urbana e a inovação em materiais de construção. Prosseguindo a sua estratégia de internacionalização destaca este ano os Estados Unidos da América.

A Tektónica é o grande ‘telhado’ que engloba seis salões que mostram as principais tendências do sector – SK, Salão Internacional de Pavimentos e Revestimentos Cerâmicos, Banho, Cozinha; SIMAC, Salão Internacional de Materiais e Equipamentos para Construção; Salão Internacional das Pedras Naturais; TEK GREEN, Salão de Energias Renováveis, Construção Sustentável e Responsabilidade Social na Construção; TEK MÁQUINAS, Máquinas e Equipamentos para Construção e Obras Públicas; TEK WOOD, Salão da Indústria da Madeira e Cortiça para Construção.

Entre as múltiplas actividades desenvolvidas para os profissionais e grande público, que cada vez mais visitam a Tektónica com interesse em serem os próprios ‘donos’ das suas construções ou remodelações, o programa inclui o Portugal Constrói, o Espaço Inovação, as Academias Tecktónica, Apresentações Comerciais, os Prémios Tektónica.

A direcção da Tektónica pretende continuar o seu trabalho, com as entidades e empresas parceiras e representadas nesta edição, de contínuo estímulo e interacção entre os sectores representados, invertendo o movimento que se sentiu nos últimos anos, revelando um mercado em expansão com mais obras e mais empresas em acção, traduzindo-se em mais negócio.

Mais informações em:

http://www.tektonica.fil.pt/

https://www.facebook.com/tektonica.fil/

Tektónica com 25% de crescimento no ano em que comemora 20 anos 2018-01-18T10:45:37+00:00